MELANISMO INDUSTRIAL

Considerado um dos mais impressionantes exemplos de mudanças evolutivas testemunhadas pelo homem, o melanismo industrial é o fenômeno ocorrido entre populações de mariposas em meados do século XIX. Tal fenômeno consistiu na substituição gradativa de populações de mariposas claras por populações de mariposas escuras (melânicas) em regiões com intenso desenvolvimento industrial, da Inglaterra e Estados Unidos.

Antes do citado desenvolvimento industrial, as mariposas claras eram mais numerosas, porém, devido a fuligem liberada da fábricas recobrir troncos de árvores e outras superfícies, escurecendo-os, as mariposas escuras, até então menos numerosas, passaram a ter aumentadas suas chances de sobrevivência, pois ganharam mais ambientes em que podiam ser confundidas com os substratos, escapando assim, mais facilmente da ação dos predadores, enquanto que as mariposas brancas, anteriormente favorecidas, passaram a ficar mais expostas aos inimigos naturais, tornando-se menos numerosas a cada geração.